QUINTA | 16 DE MARÇO 2017 - 22H00

sara alhinho

Nascida em Portugal, filha de mãe caboverdiana e pai mexicano,  a cantautora Sara Alhinho espelha bem o cruzamento dos três continentes. A forte vivência de Cabo Verde, terra onde cresceu a partir dos 6 anos, fez de Sara uma artista com uma identidade musical própria que se manifesta no seu primeiro trabalho a solo “Mosaico”.
Com uma voz doce e profunda, acompanhada da sua fiel guitarra, Sara nos leva a um “meelting pot of feelings” como expressa numa das suas músicas.

Sara desde muito pequena esteve ligada às arte. Aos 8 anos participa com a mãe, a cantora Tété Alhinho, na gravação de um CD intitulado “Menino das lhas” produzido pelo Paulino Vieira. Com12 anos forma com os seus dois irmãos e com filhos de alguns membros do grupo musical Simentera , um grupo juvenil chamado “Meia Culpa”. Com 16 anos parte para o México, onde continua a crescer musicalmente e grava um demo de guitarra e voz com temas próprios.
Ao regressar a Cabo Verde, surge um espaço cultural chamado “Quintal da Música”, onde Sara tem a oportunidade de partilhar o palco e conviver com artistas caboverdianos consagrados como, Ildo Lobo, Simentera,Tito Paris Pantera, Cheka, entre outros, actuando também no Fezquintal de Jazz, com a participação de artistas internacionais como o Yousou Ndour.

Em 2007 participa de novo com a mãe, desta vez numa tourneé pela Europa, chegando a cantar em salas importantes tais como o Konzerthaus e Birdland em Viena, Konzertgebaw em Amsterdam e Moods em Zurich. Esta tournée culminou com a gravação de um CD chamado “Gerassons", lançado e divulgado em 2008.
Posteriormente, combina os seus estudos superiores em Gran Canária com a participações em tourneés e festivais em Itália, Franca, Portugal e Espanha.
Em 2010 tem a oportunidade de participar num concerto, integrado no Festival Internacional de Cinema de Las Palmas, com o magnifico timplista José António Ramos, antes do seu falecimento .
Um ano depois em Cabo Verde, Sara abre o concerto da reconhecida cantora brasileira Alcione.
Actualmente, encontra-se a divulgar e promover o seu Primeiro CD a solo “Mosaico”, cujos temas, conceito, direcção artística e produção musical são maioritariamente da sua autoria, e com o qual ganha o prémio de “artista revelação“ dos Cabo Verde Music Awards 2014.