TODAS AS QUINTAS | 22H30

jam session

 

Virtuoso e apaixonante. Assim é o piano de Victor Zamora e a música que faz. A origem cubana e o mundo do jazz onde se inscreve, dão às suas composições um tom único. Mesmo de olhos fechados, sabemos desde o primeiro acorde, que Victor Zamora começou a tocar.

A rigorosa formação musical, temperada pelo som das ruas, que recebeu em Cuba, foram o alimento para uma imaginação de criança fascinada por música. Um passado de histórias que o poderiam ter levado à guitarra e não ao piano, a descoberta deste como extensão de si, explicam a intensidade com que toca, sempre exigente e precisa.

Compositor, mas plástico o suficiente para interpretar brilhantemente a música dos outros, faz com que se tenha tornado num dos pianistas mais requisitados, e por nomes tão diversos como Paulo de Carvalho, Salvador Sobral, Jandira Silva, Lúcia Echague, Ciganos d’Ouro, Diego el Gavi, Nelson Cascais, Bruno Pedroso, Philipp Hamilton ou Maria Anadon, Yuri Daniel, e tantos tantos outros.

Nas composições, o jazz funde-se com as suas raízes cubanas, e oferece-nos o colorido de um Latin Jazz interpretado de forma inconfundível.

Às quintas-feiras, e já há alguns anos, Victor Zamora garante a "condução" de uma Jam Session, que convida a todos os bons músicos de alma e coração, a deixar um pouco do seu brilho pelo palco da Sala Nietzsche.

A entrada é livre. A noite também!

 

Joomla! Hosting from