banner exposicoes

11 DE JANEIRO A 31 DE MARÇO 2018 - 19H00

Sala Arendt

banner julio vasconcelos

A minha pintura alia uma análise da forma humana e da sua pele a uma concepção do ser humano enquanto ser político e social. A cor é usada para realçar o momento e estado em que se insere o sujeito, sem intenção de o retratar como é na realidade.
Gosto de explorar pormenores de cor, traço e pincelada que aumentam a expressão de um corpo, frequentemente através da sua pele.
Gosto de retratar imagens que fazem o espectador médio olhar duas vezes quando estas aparecerem no seu quotidiano. Duas vezes porque o primeiro olhar é proibido e o segundo sorrateiro. A curiosidade é despertada por aquilo que preferíamos ignorar, por imagens que reectem vulnerabilidade alheia ou pessoal.
Os sujeitos, que são na sua maior parte indiscriminados (embora discriminados), exploram ambientes sobrepostos entre o lazer e a solidão, a consciência da fragilidade aparente contra a subtileza, falsa conança de um espectador que se julga observador e não o observado. São grupos de pessoas que contrastam entre si, ora pelo poder e prestígio ora pela aparência física ou idade. No entanto, todos são vulneráveis de algum modo independentemente do seu meio envolvente ou da sua indiferença perante o olhar. Quando inserido num lugar comum, o sujeito é forçosamente vulnerável ao prejuízo dos olhares intermitentes. Perante um quadro, o nosso olhar é esperado, podemos olhar sem interrupção.


site: julio-vasconcelos.squarespace.com/

 

Joomla! Hosting from